Requerimento INSS: o que é e como fazer?

Requerimento INSS: o que é e como fazer?

Após cumprir todas as regras necessárias para a aposentadoria, algumas pessoas ficam sem saber o que fazer. Portanto, entender o que é o requerimento é essencial nesse sentido, pois esse recurso permite que a pessoa solicite tal benefício junto ao INSS. 

Porém, além dessa função, existem diversas outras que podem ser resolvidas por meio dessa solicitação. Então, pensando na importância de abordar esse assunto, preparamos esse conteúdo para que você aprenda ainda mais sobre o requerimento do INSS. Para conferir, basta continuar a leitura! 

O que é o INSS? 

Primeiramente, é importante entender o que é o INSS. Pois bem, a sigla se refere ao Instituto Nacional do Seguro Social. Basicamente, é o órgão responsável por conceder o pagamento de diversos benefícios, como a aposentadoria, auxílio-doença, entre outros. 

Criado em 1990, o INSS garante a renda de todas as pessoas que são contribuintes e também de suas famílias — em casos de acidentes, velhice e morte, por exemplo. Sendo assim, para ter acesso a esses benefícios, é preciso contribuir com um valor mensal ao órgão. 

O que é o requerimento do INSS? 

A palavra requerimento significa ato ou efeito de pedir. Sendo assim, trata-se de um recurso em que o contribuinte tem a possibilidade de solicitar algum direito ao órgão competente, nesse caso, o INSS. 

Por exemplo, quando uma pessoa contribui com o tempo estabelecido e cumpre todas as regras quanto a idade trabalhada, ela deve fazer um requerimento para receber sua aposentadoria. Sendo assim, o órgão fará uma análise para definir a liberação ou não do benefício. 

Ah! Não são todos os procedimentos que exigem que o contribuinte faça um requerimento, pois alguns deles são realizados de forma automática, como o auxílio-doença e as férias. 

Passo a passo de como fazer o requerimento do INSS 

Existem algumas formas de abrir um requerimento no INSS, são elas: pelo site, aplicativo Meu INSS e presencialmente em um centro de atendimento da Previdência Social. A seguir detalhamos cada um dos procedimentos, veja! 

Site ou aplicativo 

Para o site e o aplicativo, o passo a passo é o mesmo, e lembre-se, essa opção é a ideal caso queira resolver tudo no conforto de casa. 

Primeiramente, acesse, seja no site ou no app, o Meu INSS, logo após, entre no seu perfil ou se cadastre (o processo é bem simples). 

Feito isso, na primeira tela irá aparecer a opção “novo pedido”, sendo assim, basta selecioná-la e depois clicar em “novo requerimento”. Após essa ação, irá abrir um campo para que você escolha para qual serviço deseja atendimento — nessa opção você conseguirá digitar, sendo assim, a busca será mais rápida. Loja após, é só clicar no serviço necessário. 

Como citamos, esse processo pode ser feito tanto pelo site quanto pelo aplicativo, que está disponível na App Store e na Play Store. 

Unidade da Previdência Social 

Você também pode solicitar seu requerimento presencialmente, porém, o atendimento precisa ser agendado anteriormente. E, para fazer isso, basta acessar o Meu INSS ou entrar em contato pelo número 135. 

Se realizar pelo telefone, basta seguir as orientações da voz eletrônica. Agora, se for pela internet, faça o seu login ou se cadastre no Meu INSS e clique na opção de “agendamentos/solicitações”. Feito isso, selecione “novo requerimento” e escolha o melhor dia e horário para você. Ah! E não se esqueça de comparecer com a documentação necessária. 

Os dois processos são bem simples e fáceis de serem realizados. Porém, no online ele se torna ainda mais ágil. Portanto, é a opção mais prática! 

Quando fazer o requerimento do INSS? 

Você pode fazer um requerimento por diversos motivos. Sendo assim, selecionamos os cinco mais frequentes, confira! 

Solicitação da aposentadoria; 

Alteração no cadastro; 

Nova avaliação de um recurso; 

Desbloqueio de alguma operação; 

Cadastro de procuração. 

Caso a sua situação seja outra, você pode entrar no site do órgão para verificar as possibilidades. 

Tipos de requerimento do INSS 

Para que entenda melhor como funciona e quando deve ser feito um requerimento, iremos detalhar cada um dos tipos citados no tópico anterior. Veja! 

1. Aposentadoria 

Existem diversas possibilidades para que um contribuinte do INSS consiga se aposentar, por exemplo, por tempo de contribuição, idade, entre outros. Com isso, quando a pessoa cumpre todas as regras necessárias, ela deve realizar um requerimento, ou seja, solicitar o benefício ao órgão. 

2. Alteração de dados cadastrais 

Outro tipo de requerimento bastante utilizado é para a alteração de dados cadastrais. Sendo assim, caso o contribuinte necessite modificar ou incluir alguma informação, ele deve realizar a solicitação. 

Ah! E todo esse processo pode ser feito online, tornando assim, tudo mais prático e rápido. 

3. Revisão de algum recurso 

Imagine que você abriu uma solicitação para algum benefício, porém o órgão recusou. É neste momento que ocorre a revisão do recurso. 

Portanto, caso não concorde com a decisão estabelecida pelo INSS, basta apenas abrir um novo requerimento para constatar a resposta concedida pelo órgão. 

4. Desbloqueio para a realização de empréstimos 

Antes de fazer um empréstimo, o contribuinte aposentado deve solicitar que esse recurso seja desbloqueado, pois somente assim, ele conseguirá adquirir o serviço. Sendo assim, após a liberação do valor, a função é bloqueada novamente. 

5. Registar uma procuração 

Esse serviço é bastante utilizado por beneficiários que tenham dificuldades para se locomover ou que possuam doenças contagiosas. 

Com esse requerimento, outra pessoa ficará responsável por resolver questões relacionadas ao órgão, por exemplo, na hora da declaração da prova de vida. 

Conclusão 

O requerimento do INSS é essencial para que você consiga resolver diversas pendências, como a solicitação da aposentadoria, o registro de uma procuração, e até mesmo para a alteração de dados cadastrais. 

Portanto, saber como ele funciona e o passo a passo para conseguir realizá-lo é fundamental, pois irá contribuir para que conquiste os seus direitos de forma mais simples e ágil. Ah! E, como você viu ao longo do texto, o melhor de tudo é que o processo é bem prático, pois pode ser realizado online e em poucos cliques. 

Para ter acesso a mais conteúdos como esse, basta acessar nosso blog agora mesmo. Estamos te aguardando! 

Posts Relacionados