O que é o Teto do INSS?

O que é o Teto do INSS?

Estar por dentro de tudo relacionado ao Teto do INSS é indispensável para entender se de fato se aplica como uma boa opção pessoal. 

De acordo com alguns reajustes, o que também equivale a um crescimento significativo no pagamento, é válido analisar também os descontos que fazem parte do processo de contribuição para os que recebem o benefício. 

Além de tudo, é importante também a compreensão do que significa o Teto do INSS, bem como a forma que ele é avaliado, entre outras questões que envolvem o seu valor. 

Por isso, entenda através desse artigo pontos importantes que vão facilitar o entendimento quanto aos principais assuntos relacionados ao Teto do INSS

O que é o Teto do INSS? 

Em primeiro lugar, o Teto do ISS se caracteriza como um orçamento de valor máximo que uma pessoa pode ter como beneficiário. 

De maneira mais simples e resumida, o Teto do INSS nada mais é que a contribuição, onde cada beneficiário pode receber um determinado valor. Contudo, esse valor não pode ultrapassar o Teto especificado pelo INSS. 

Ou seja, por mais que o aposentado deseje receber um valor superior, sempre precisará se submeter ao que está determinado por esse Teto. 

Não só isso, o Teto do INSS pode ser classificado para garantir a definição de quanto deve ser o valor máximo do contribuinte para o benefício mensal. 

Em resumo, conforme direcionado pelo Governo Federal, no ano de 2021, o Teto do INSS ficou definido no valor de R$6.433,57. 

Atrelado a este fato, nenhum beneficiário poderá receber um valor que seja maior do que este. 

Saiba como funciona o Teto do INSS 

Antes de tudo, para saber como funciona o Teto do INSS é válido pontuar algumas questões. 

Nesse caso, para que uma pessoa consiga garantir a sua aposentadoria através do Teto do INSS, é necessário que ela esteja em dia com as contribuições determinadas. 

Mas não é só isso que conta como necessário para que uma pessoa receba o benefício do INSS. É necessário também que ela tenha cumprido por um tempo considerável como contribuinte. 

Sendo assim, o beneficiário tem como garantir mais de 100% correspondente à média salarial. 

Porém, a Reforma da Previdência foi analisada apresentando certas mudanças. Essas alterações tiveram destaque no PBC (Período Base de Cálculo). Essa categoria é responsável por definir todo o tempo de contribuição de um beneficiário para o INSS. 

Isso quer dizer que, a pessoa que deseja realizar uma aposentadoria por agora, será analisada por alguns critérios relevantes. 

Tudo isso sendo determinado com base nos pagamentos de contribuição que foram realizados a partir do ano de 1994. 

Entretanto, de acordo com as mudanças, se soma como sendo mais dificultoso o procedimento para conseguir receber o Teto do INSS

Justamente, porque nesse período, a pessoa recebe o valor máximo de 60%, acrescendo ainda os 2% de cada ano de contribuição. 

Dessa forma, se uma pessoa quiser receber 100%, é necessário que ela contribua para o INSS por 40 anos, isso se forem os homens. No caso das mulheres, o tempo é correspondente a 35 anos. 

Como o Teto do INSS é calculado? 

Conforme mencionado acima no artigo, para que uma pessoa possa solicitar a aposentadoria, deve ter idade de 65 anos, se for homem. Para as mulheres, a aposentadoria pode ser requerida mais cedo, aos 60 anos. 

Além dessas análises, também é determinada uma carência de 180 meses. Que nada mais é que, destacados 15 anos. 

Contudo a forma de cálculo da renda mensal é estipulada pela Lei, para que seja conduzida da seguinte forma: 

De acordo com essas definições, o cálculo se baseia em 70% do salário de benefício. Assim como também 1% do salário de benefício para cada grupo de contribuições por um ano. Contudo, o máximo deve atingir 100% do salário de benefício. 

Dessa forma, para uma pessoa com idade de 65 anos, são 30 anos de contribuição, por exemplo. Sendo assim, a classificação se apresenta conforme a maneira exemplificada a seguir: 

Para um salário de benefício de R$1.500,00, é necessário fazer o cálculo de 70% do valor, que será R$ 1.050,00 (1.500 x 0,7 = 1.050). 

Depois disso, é necessário calcular os 30%. No entanto, essa porcentagem é referente aos 30 grupos equivalentes a 12 contribuições. Nesse caso: R$ 450,00 (1.500 x 0,3 = 450). 

E, por último, deve ser domado os dois valores. O total é correspondente a R$ 1.500 de renda mensal inicial (1.050 + 450 = 1.500). 

Em resumo, para facilitar ainda mais o entendimento, vale considerar o seguinte: em uma ocasião em que o mesmo beneficiário tem apenas 15 anos de contribuição, a sua renda mensal pode ser determinada por: R$ 1.275,00. 

Os cálculos podem ser descritos da seguinte maneira: 

1.500 x 0,7 = 1.050 

1.500 x 0,15 = 225 

1.050 + 225 = 1.275 

Saiba quem pode receber o Teto do INSS 

Existem dois tipos de classificações que determinam quem pode receber o Teto do INSS. Pois bem, antes de tudo, é importante saber que são divididas em duas classes. Esses, por sua vez, são: segurado obrigatório e o segurado facultativo. 

Entenda agora como são classificadas cada uma dessas categorias: 

1. Segurado obrigatório 

Nesse perfil se enquadra a pessoa que possui certa relação de trabalho e, além disso, recebe uma remuneração por isso. 

Nessa classificação, a pessoa é obrigada a se tornar contribuinte da Previdência Social. Como exemplo, se encaixam nesse perfil, todos os funcionários em regime CLT, assim como contribuintes individuais e também Microempreendedores Individuais. 

2. Segurado facultativo 

Essa modalidade serve para definir aquela pessoa que não possui vínculo de trabalho, mas que ainda assim quer ser contribuinte da Previdência. 

Normalmente, esse perfil é pautado por pessoas que estão sem emprego e que não desejam atrasar a aposentadoria. 

Também serve para enquadrar o perfil de estudantes que já desejam garantir a sua contribuição o quanto antes. Por fim, em todos os dois meios, a aposentadoria só é adquirida por idade. 

Empresa que apresenta melhores soluções de crédito 

Ter acesso a uma empresa que pode proporcionar condições de crédito de forma eficiente e rápida, pode ser a solução ideal para sair do aperto. 

Para entender melhor sobre esse assunto e ter acesso a todas as condições, acesse o site e conheça todos os serviços. 

Posts Relacionados