Central de ajuda

Bem-vindo à central de ajuda!

Confira em nossas dúvidas frequentes ou faça sua pesquisa

Filtrar por assunto

Produtos Empresta


O refinanciamento do empréstimo consignado possui duas grandes vantagens: taxa de juros baixa e dinheiro extra na negociação. Conheça mais sobre cada uma delas:  

  1. Taxa de juros mais baixas: As taxas de juros mais baixas é o que faz com que o seu empréstimo consignado se torne mais barato. Pois, com juros menores, as suas parcelas ficam mais baratas, o que possibilita que você pague com mais facilidade.   
     
  1. Dinheiro extra: Esse é provavelmente o principal motivo que leva as pessoas a fazerem o refinanciamento. Ao refinanciar, você tem a oportunidade de conseguir novamente todo o valor que você pagou do seu empréstimo. O que muitas vezes é o suficiente para pessoas que não querem fazer um novo empréstimo ou aquelas que não podem fazer.   

Para saber mais sobre o refinanciamento do seu empréstimo consignado, acesse: “Saiba tudo sobre o refinanciamento do empréstimo consignado”. 

Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe

Não! Assim como não é feita consulta ao SPC e Serasa para fazer a contratação do empréstimo consignado, não é feita consulta aos órgãos de proteção ao crédito para fazer o refinanciamento do consignado. Assim, pessoas com o nome negativado não encontrarão dificuldade para contratar.  

Para saber mais sobre o refinanciamento do seu empréstimo consignado, acesse: “Saiba tudo sobre o refinanciamento do empréstimo consignado”. 

Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe

O refinanciamento do consignado é feito quando você quer renegociar o seu empréstimo com melhores condições de pagamento no mesmo banco que você contratou o empréstimo. Já a portabilidade do consignado é levar o empréstimo feito em um banco para outro banco. A portabilidade costuma ser feita por três motivos: 

  1. Você quer condições de pagamento melhores; 
  1. Você está em busca de um atendimento bancário melhor; 
  1. Você quer fazer o refinanciamento, mas ainda não atende as condições do seu banco atual. 
Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe

Se você ainda não pode fazer o refinanciamento do empréstimo consignado no seu banco atual por não ter pagado a quantidade mínima de parcelas para isso, uma opção é fazer a portabilidade do seu empréstimo para um banco que tenha condições mais flexíveis para fazer o refinanciamento. 

Conheça a portabilidade do consignado em: “Tudo sobre a portabilidade do crédito“.  

Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe

Na Empresta, você pode fazer o refinanciamento do seu empréstimo consignado de duas formas: presencialmente, em uma das lojas Empresta e de maneira digital, pelo site Empresta.  

Presencialmente, você só precisa ir até uma loja Empresta e um de nossos especialistas irá te ajudar na solicitação. Já de maneira digital, basta acessar nossa página “Refinanciamento“, clicar em “Fazer o refinanciamento!” e preencher o formulário com as suas informações pessoais. Pronto! Um de nossos atendentes irá entrar em contato com você e te ajudar durante todo o processo.  

Quer saber mais sobre refinanciamento? Acesse: “Quando fazer  o refinanciamento do empréstimo consignado?“. 

Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe

O refinanciamento do seu empréstimo consignado é uma ótima opção para quem precisa de dinheiro, mas não tem margem consignável disponível ou para quem busca melhores condições de pagamento.  

Isso porque ao refinanciar a parte que você ainda não pagou do seu empréstimo é renegociada com melhores condições de pagamento e a que já foi paga é liberada novamente para você

Quer saber mais sobre refinanciamento? Acesse: “Quando fazer  o refinanciamento do empréstimo consignado?“. 
 

Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe

Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe

A primeira condição para fazer o refinanciamento do empréstimo consignado é ter um empréstimo consignado. Além disso, cada instituição financeira pode determinar as regras para que o refinanciamento seja feito.  

É comum que haja a condição de que uma parte do empréstimo já tenha sido paga, porém a quantidade de parcelas pode variar. Algumas instituições pedem que de 15% a 30% tenha sido paga, mas esse número tem ficado cada vez menor. Hoje, alguns bancos já aceitam realizar o refinanciamento quando apenas uma parcela do empréstimo já foi paga

Quer saber mais sobre refinanciamento? Acesse: “Quando fazer  o refinanciamento do empréstimo consignado?“. 

Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe

Cada pessoa pode ter apenas um cartão consignado. Porém, o limite de crédito é de 1,6 vezes o valor do seu salário ou benefício, muito maior do que diversos tipos de cartões de crédito convencionais podem oferecer, principalmente para quem está com o nome negativado.  

Conheça mais em: “Tudo que você precisa saber antes de fazer um cartão consignado“.

Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe

Sim! Assim como na contratação do empréstimo consignado, na contratação do cartão consignado não é feita consulta ao SPC e Serasa. Por isso, ele é uma opção barata e com fácil aprovação para quem está com o nome negativado.  

Conheça mais em: “Tudo que você precisa saber antes de fazer um cartão consignado“.

Conseguimos responder sua dúvida?

Compartilhe